domingo, 11 de abril de 2010

Velha Ingênua

TPM depressiva com ressaca de festa de família numa segunda-feira chuvosa assistindo FOOD INC. é a receita do capeta para acabar com a semana de qualquer cidadã; comigo foi assim.
As idéias apareciam em preto e branco e borradas nas bordas no clima de filme mudo apresentado em cinema de periferia de uma cidade quase abandonada. E não parava de chover.
A semana seguiu com sol entre nuvens e filmes baixados de links duvidosos em cenas em que o microfone aparecia e representações hilárias de situações trágicas, foi melhor rir pra não chorar.
O dia da cólica também passou, porque com 30 gotas de buscopam e tempo livre é sempre melhor dormir e depois assistir a mais uma série inglesa resumida à primeira temporada e cortada por falta de verba.
Até chegar o dia de encontrar os amigos e vomitar as angústias e ouvir de um homem de barbas, porque assim está representado o esteriótipo do terapeuta, aquilo que você já sabia e achou que ninguém ia perceber: projeção. Ouvido, engolido, digerido, dormiu, acordou e aí arrotou a verdade: ele estava certo, é claro!! Como não ME vi antes!!
Então é isso, eu quero falar; porque se antes achava ser possível, já não é, ninguém é adivinho e também não vai sair perguntando até te arrancar algum sentimento se só se profere fatos mastigados. Se eu não me vejo no mundo capitalista, esse já outro caso a ser estudado.
Mas agora, de imediato, está faltando alguém para dar as mãos de vez em quando e tirar a migalha do canto da boca que só quem está tão perto poderia ver e dar importância como mais uma desculpa de sentir a cócega de uma outra pele na ponta dos próprios dedos.
Manter a atenção flutuante até um novo olhar passar...

2 comentários:

Sra. K. disse...

logo terá mais do homi barbudo que as vezes diz verdades a machadadas, e a proximidade de duas pessoas perto o suficiente pra notar as migalhas espalhadas, no susto ou na risada. daí a gente pode fingir que não é adulto, que é possível estar fora desta lógica, tão capitalista como dizem, e não viver em condições sub-humanas, e que a algema banhada em cicuta que carinhosamente de trabalho é chamada, não nos espera ao fim de alguns dias...vai ser ótimo!

Sehr Hhumanus disse...

pelas barbas do profeta, não vejo a hora! =]