quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

questão

Gente, o que será que sente um refém? Será que a gente sabe?

5 comentários:

Sra. K. disse...

depende do que, eu sou refém de várias coisas. mas mas no sentido em que vc pergunta, que deve ser relativo à bandido, sei lá, acho que num dá pra imaginar. dias desses de madrugada ouvi o du gritando da sala (tentando espantar aqueles que roubavam nosso radio do carro) e ao invés de me trancar no quarto com o Luca, saí correndo desenbestada pra perto dele, querendo abraça-lo bem forte e crente que poderia defendê-lo de todos os perigos...

Frida disse...

me perguntei isso qdo asistia reportagem dos reféns na colômbia. é o extremo da prisão forçada, mas pensei se ñ estamos todos nessa condição em relação ao capitalismo, por ex, a moda e as pequenas leis moralistas de opressão e submissão hierárquica no trabalho e cotidiano que nos deixam naquela condição de ou aceita ou dá lugar ao próximo da fila.

bar disse...

é que parece que é uma questão de complacência. o sero mano vai-se alastrando em torno de si próprio, virando justo em nada, ou em qualquer coisa, ou em tudo. depende. aliás, tudo depende :P

Webcam disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Webcam, I hope you enjoy. The address is http://webcam-brasil.blogspot.com. A hug.

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny