segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

somos esponjas

Passando por http://www.diasetnoites.blogspot.com/ um elo se fechou. A tempestade que passou sobre minha cabeça no dia de hoje pôde, enfim, se precipitar. O depoimento que postou do excelente documentário Edifício Master me ajudou na seguinte conclusão: somos esponjas, filtros, que se deixam impregnar da energia que circula ao nosso redor.
Não gosto dos sentimentos diminutos que chegam a mim e fazem coceira nos meus ouvidos, como se algum anjo caído soprasse neles frases sedutoras de como eu deveria colocar em prática os meus desejos mais obscuros sem me preocupar com as consequências que poderiam me acarretar.

Sabe, ando assistindo muito o seriado HEX que baixei da net, que traz idéias muito interessantes sobre a relação entre bem e mal, seu duelo eterno pelo controle de desejos, tentações, da culpa e quaisquer desses sentimentos mobilizadores de nossas ações diárias. Vale a pena.

Não é a toa que quero voltar o quanto antes a estar mais perto do mar, em cidade mais calma, pessoas com quereres mais sossegados e despretenciosos, fazer parte de uma comunidade com algum propósito humanista ou mesmo uma galera relaxada, despojada, amantes da natureza e da vida simples.

3 comentários:

clara novaes disse...

Sim somos esponjas !! ainda ontem falei isso com a minha irmã... quando disse que tinha tido vontade de ouvir Van Morrisson por conta do episodio com o dramaturgo... ai você escreve isso... pois é, a vida é insana né ? uma coisa vai disparando outra... bisous e boa semana ! nao conheço a série, mas se pa vou ser levada até ela...

Mirafuegos disse...

Ai..não quero nem me imaginar esponja no busão lotado...
!Diabinho na garrafa, corpo fechado!

Sehr Hhumanus disse...

Busão lotado, fila de banco, sala de espera de consultório médico, realmente, não são bons lugares pra se estar se seus póros estiverem muito abertos.

?Onde consigo uma garrafa dessas?!!